O livro

Saltam dos versos personagens marginais e alegóricos, como camponeses, mendigos, beberrões, prostitutas e assassinos, tendo a Itália fascista dos anos 1930 como pano de fundo.

É um trabalho metódico de tradução do cotidiano, ainda que Pavese não se proponha a construir rimas perfeitas. Os poemas de Trabalhar cansa contam histórias inteiras, da mulher que arrasta o corpo do marido sob o luar ao primo que retorna após ser dado como morto.

Esta obra é o registro singular de uma época estilhaçada. Conecta certo saudosismo do passado a um presente vazio. Pavese não pinta de cores bonitas sua Itália cotidiana e rústica. Não deixa a melancolia menos crua.

Não por acaso, na época de sua publicação, Trabalhar cansa sofreu forte censura do regime fascista. A força e o encanto desse livro vêm dessa marcha que as gerações fazem, dia após dia, vivendo, replicando-se e morrendo.

E trabalhando muito mais.

O autor

Cesare Pavese foi um dos grandes poetas, prosadores e intelectuais italianos de sua época, contemporâneo de autores como Italo Calvino e Elio Vittorini. Trabalhar cansa é seu primeiro trabalho publicado, uma pequena obra-prima de poemas que escapam do óbvio.

Ficha técnica

GÊNERO Poesia estrangeira
TRADUÇÃO Andréia Riconi
CAPA Elisa von Randow
FORMATO 17,8 x 11,5 x 1,1 cm
PÁGINAS 192 PESO 0,183 kg
ISBN 978-65-996561-2-5
ANO DE LANÇAMENTO 2022

Aparatos

Trabalhar cansa

R$49,90
Frete grátis
Trabalhar cansa R$49,90

O livro

Saltam dos versos personagens marginais e alegóricos, como camponeses, mendigos, beberrões, prostitutas e assassinos, tendo a Itália fascista dos anos 1930 como pano de fundo.

É um trabalho metódico de tradução do cotidiano, ainda que Pavese não se proponha a construir rimas perfeitas. Os poemas de Trabalhar cansa contam histórias inteiras, da mulher que arrasta o corpo do marido sob o luar ao primo que retorna após ser dado como morto.

Esta obra é o registro singular de uma época estilhaçada. Conecta certo saudosismo do passado a um presente vazio. Pavese não pinta de cores bonitas sua Itália cotidiana e rústica. Não deixa a melancolia menos crua.

Não por acaso, na época de sua publicação, Trabalhar cansa sofreu forte censura do regime fascista. A força e o encanto desse livro vêm dessa marcha que as gerações fazem, dia após dia, vivendo, replicando-se e morrendo.

E trabalhando muito mais.

O autor

Cesare Pavese foi um dos grandes poetas, prosadores e intelectuais italianos de sua época, contemporâneo de autores como Italo Calvino e Elio Vittorini. Trabalhar cansa é seu primeiro trabalho publicado, uma pequena obra-prima de poemas que escapam do óbvio.

Ficha técnica

GÊNERO Poesia estrangeira
TRADUÇÃO Andréia Riconi
CAPA Elisa von Randow
FORMATO 17,8 x 11,5 x 1,1 cm
PÁGINAS 192 PESO 0,183 kg
ISBN 978-65-996561-2-5
ANO DE LANÇAMENTO 2022

Aparatos